História

História

Camutanga é um município brasileiro do estado de Pernambuco. O município é formado apenas pelo distrito sede, engenho São Francisco, engenho Santo Antônio, engenho Paraíso e pelo povoado da Usina Central Olho d’Água.

O nome do município é de origem indígena e significa uma espécie de Vespa ou Papagaio de várias cores. Seus primeiros habitantes também chamavam a região de Caanga que quer dizer casa de marimbondos.

Em 1911 a povoação de Ferreiros era sede do distrito de Ferreiros e pertencia ao município de Itambé. Posteriormente a sede do distrito foi transferido para Camutanga. Em 1933 o distrito passa a chamar-se Camutanga. Em 1963, o distrito de Camutanga, passou a constituir município autônomo, com a sua sede elevada à categoria de cidade, de acordo com a Lei Estadual nº 4.940, de 20 de dezembro. A instalação do município ocorreu em 8 de março de 1964.

Localiza-se a uma latitude 07º24’25” sul e a uma longitude 35º16’28” oeste, estando a uma altitude de 98 metros. Sua população estimada em 2010 era de 8.147 habitantes. Possui uma área de 38,869 km².

O povo camutanguense é bastante religioso, tendo como orientação principal a religião cristã, dividida entre a Igreja Católica, (que agrega o maior número de fiéis), seguido da Assembléia de Deus, Igreja Batista, Igreja Presbiteriana, Congregação Cristã do Brasil, Adventista do Sétimo Dia, Universal do Reino de Deus, entre outras menos expressivas em número de adeptos. Também existem seguidores do Espiritismo cardecista e do Candomblé, cuja referência nesse seguimento é o senhor Manoel Ferreira, do Alto Santa Teresinha.

Aniversário: 08 de março de 1963

Gentílico: camutanguense

Lema: Et Profectus Libero (Liberdade e Progresso)

Hino

Glória a Deus
Camutanga independente
Vossos filhos te saúdam com fervor
Salve a data da tua liberdade

Consagrada em nosso meio imorredor
Nesta hora de júbilo e encanto
Exaltando tua vitória final
Glória a Deus Camutanga independente
Em nossa gente esta alegria é sem igual

Teu brasão
Será mais forte que os fortes
Na tua triunfante caminhada
És gentil, de um passado glorioso
Salve! Salve!
Camutanga, oh terra amada!
(Estribilho)

Foste escrava
Porém hoje estás liberta
Vida própria tu terás eternamente

Cantaremos com fulgor a tua glória
Em defesa de teu nome bravamente
Dia um de janeiro foi que surgiu
Consagrando tua vitória final
Glória a Deus Camutanga independente
Em nossa gente esta alegria é sem igual.

 

Bandeira

Brasão